África do Sul: Bem vindo a Cape Town

Oiii !!

E seguimos rodando pela África do Sul.

Saindo de Pilanesberg, seguimos direto para o Aeroporto O. Tambo em Johanesburgo e de lá voamos de Mango para Cape Town.

Este vôo merece um comentário muito especial rs.

Queridos viajantes, Cape Town venta muito. Muito mesmo !!! O nosso avião parecia de brinquedo na chegada à cidade e de quebra ainda tivemos que arremeter porque não era possível pousar. Eu e o Paulo já estávamos pedindo para todos os santos protetores dos viajantes mas os demais passageiros e a tripulação estavam tão tranquilos que concluímos que estava tudo bem. Pousamos em segurança e depois de uns dias em Cape Town (com muito vento) a gente entendeu que estava absolutamente tudo normal.

Ouvimos de muita gente que Cape Town era um Rio de Janeiro que deu certo. Ok, a cidade é muito charmosa mas, patriotismos a parte, ainda achamos o RJ mais bonito.

O point mais badalado da cidade, sem dúvida nenhuma, é o Victoria & Alfred Waterfront. Não é só de turistas que o local sobrevive e sim com muitos locais, o que nos leva a concluir que o lugar é bom mesmo.

A gente já tinha lido muito sobre a cidade e sabíamos que as coisas aconteciam no V & A e por isso mesmo resolvemos pegar um hotel na área.

Os preços nesta região da cidade são os mais altos porém você vai acabar economizando bastante com táxi já que para comer ou beber no V & A tem excelentes opções, é de lá também a saída do passeio da Robben Island, Áquario, passeios de barco …

Já contamos lá no primeiro post que preferimos não alugar carro. Então usamos táxi quando era preciso (devidamente negociados antes do embarque já que taxímetro é acessório) e para fazer alguns passeios contratamos um motorista que foi indicado pelo hotel mas não temos mais o contato (ok, ok, shame on us). Não sentimos falta nenhuma de carro.

Ficamos na área mais bolha de Cape Town, saíamos sempre de táxi ou motorista, não exploramos a cidade além dos passeios turísticos clássicos e, portanto, não podemos assegurar que a cidade é absolutamente segura. Por onde andamos não tivemos problemas porém é sabido que Cape Town tem zonas mais periféricas e mais problemáticas, logo se quiserem evitar dor de cabeça é melhor evitar, certo ?

A África do Sul tem um clima bem parecido com o do Brasil, verão de dezembro a março e inverno de julho a setembro porém em Cape Town, mesmo no verão e por conta do vento excessivo que faz na cidade, é imprescindível levar blusa de frio. Nada muito pesado mas precisa de um casaquinho.

No próximo post a gente vai te contar os passeios mais legais que fizemos por lá, incluindo as vinículas de Stellenbosch.

Deixe uma resposta