Brasil: Minas Gerais – Inhotim

Oiiiii !!!

Nosso tour por Minas ainda não acabou. Como prometido, hoje é dia de descobrir os encantos de Inhotim.

Já fomos para mais algumas cidades no estado porém para não ficar muito repetitivo aqui no site a gente vai continuar rodando o Brasil e em outra oportunidade voltamos a falar de mais algumas cidades mineiras, combinado ?

Já contamos que aproveitamos para conhecer Inhotim durante uma viagem até Ouro Preto, está neste post aqui. Então, como dissemos lá, chegamos em Belo Horizonte um dia de noite, que era a véspera do feriado, dormimos em BH mesmo e no dia seguinte bem cedo saímos com destino a Brumadinho, para conhecer o Instituto Inhotim. Passamos o dia inteirinho por lá e já de noite seguimos viagem até Ouro Preto.

Aqui cabe uma confissão: colocamos o caminho no Waze ou Google Maps, não me lembro agora, e selecionamos a rota mais rápida entre o Instituto e Ouro Preto. Não vou saber o nome de nenhuma estrada nem os números mas este caminho nos levou por estradas super vicinais, cheias de curvas, em muitos trechos com asfalto ruim e a viagem de carro acabou ficando um pouco tensa e muito mais demorada do que a previsão do aplicativo.

A melhor opção, na nossa opinião, é voltar até BH ou do meio do caminho pegar a Estrada Real. Esse caminho que fizemos foi a maior roubada !!!!

O Instituto Inhotim, como é chamado, fica na cidade de Brumadinho, já falamos isso. Fomos de carro porque era mais conveniente já que estávamos com mais gente e ainda íamos rodar um pouco, mas se o seu objetivo for único e exclusivo de conhecer o Instituto e não quiser se hospedar em Brumadinho, existem ônibus que fazem o trajeto BH-Inhotim. A distância é de aproximadamente 60 km.

O Instituto é um grande acervo de obras a céu aberto junto com um jardim de projeto paisagístico incrível.

São várias instalações de artistas contemporâneos, muitas das quais é possível o visitante interagir com a obra.

O Instituto é imenso e dificilmente você conseguirá ver todas as instalações em um único dia. Ouso dizer que nem em dois isso será possível, mas se tiver com o tempo apertado mesmo que seja uma visita de um dia vale a pena. Chegando lá você pega o mapa e localiza as instalações que você quer mais ver e pernas para que te quero.

Os ingressos custam R$ 40,00 (maio/2016) e aí você pode acrescentar a opção de ter um carrinho para te levar de um lugar para o outro. Esse carrinho pode ser particular ou pode ser o que roda por rotas pré-definidas. Pegamos essa segunda opção e não nos arrependemos nem um pouco. As distâncias entre algumas instalações que queríamos visitar eram enormes !!

Inhotim provavelmente é um lugar que você irá mais de uma vez se gostar de arte, então não tenha pressa de conhecer tudo correndo.

Um ponto que é bem negativo no Instituto são as opções de alimentação. Os restaurantes não são ruins, muito pelo contrário, a comida é ótima. Porém os preços são altíssimos !!! E ainda tem mais, como fomos em um feriado e estava lotado, os restaurantes não conseguem dar conta. Não sei se já resolveram o problema mas achamos que deixou bastante a desejar no quesito atendimento.

Almoçamos em um dos restaurantes que é self service e não havia reposição das coisas que acabavam de maneira adequada. Então além de esperar mais de uma hora na fila, quando chegou nossa vez encontramos restos de comida.

Esse é um ponto que não interfere na visita. Inhotim é uma experiência surreal e altamente recomendada. Separe um, dois ou mais dias e vá conhecer.

Informações úteis:

Horários do Parque: Terça a sexta-feira: 9h30 às 16h30 | Sábado, domingo e feriado: 9h30 às 17h30

É isso. Nosso tour segue agora para o Rio de Janeiro, Cidade Maravilhosa.

Deixe uma resposta