Brasil: Rio de Janeiro – escapadas de final de semana

Olá !

Temos tantos lugares bacanas para passear perto de casa e, muitas vezes por desconhecimento, eles acabam passando despercebidos por nós. Até que alguma circunstância (no nosso caso um casamento) te tira da zona de conforto e você descobre um novo passeio super bacana.

Foi assim com o Portobello Resort e Safari em Mangaratiba, Rio de Janeiro.

Recebemos o convite do casamento e já confirmamos que iríamos logo de cara. Faz reserva, compra passagem e segura a ansiedade. Até que chegou a hora.

Quando vimos as distâncias: de São Paulo, aproximadamente 450 km e do Rio de Janeiro, 120 km, decidimos que o jeito mais fácil seria irmos de avião e alugarmos um carro no Rio. Não estamos acostumados a dirigir por muito tempo e não gostamos também (nosso limite de tolerância são 2 a 3 horas estourando). 450 km você vai fazer em, no mínimo, 5 horas, se não colocar muitas paradas no caminho.

Alugar o carro no Santos Dumont e ir bater em Mangaratiba nos pareceu a opção mais interessante até nos atentarmos aos caminhos que o Waze nos sugeria: era linha amarela, linha vermelha ou Avenida Brasil. Para nós que somos de São Paulo e não muito conhecedores do Rio todos esses trajetos nos pareciam muitíssimo perigosos.

Não vamos mentir que optamos por ir pela Avenida Brasil e o caminho é estranho. Você vê pessoas correndo no meio de uma avenida de tráfego rápido e já imagina o pior. Vê viaturas da polícia paradas a cada quarteirão e já se imagina no meio do lugar mais perigoso do Rio. Nem fomos atrás de pensar muito nisso, tínhamos que chegar em Mangaratiba, achamos essa a melhor opção e lá fomos nós.

Nossa ida, em uma sexta feira, às 18 horas, no último final de semana de Paralimpíada foi terrível. Mas a volta, domingo de tarde, sem nenhum trânsito foi super tranquila e mesmo a tal da Avenida Brasil fica menos esquisita com a luz do sol. Então nossa sugestão é evitar os horários de pico e se possível pegar a estrada durante o dia.

Obviamente que você pode escolher outros meios mais práticos e um pouco mais caros para chegar: o hotel oferece não só um heliponto como também uma pista de pouso (valores adicionais são cobrados), assim como marina para você estacionar o seu iate. Nenhuma opção disponível no nosso orçamento.

O hotel em si não é voltado apenas para famílias com crianças. Lógico que tem muitas por lá já que a estrutura para os pequenos é muito boa. Mas fomos para o casamento de dois jovens na casa dos 30 anos, os amigos e nós mesmos somos da mesma idade e têm muitas atividades para fazer (tudo bem que estávamos sofrendo com o jet leg e cansados pra caramba e não fizemos nada, mas quem quiser tem muita coisa).

Além da estrutura de lazer do próprio hotel (praia, piscinas, saunas, academia, jacuzzis, atividades na praia), eles programam passeios (todos com custos adicionais) como visitas a Ilha Grande, safári, aluguel de carrinho elétrico para conhecer o complexo …

O hotel trabalha com sistema all inclusive (excluído bebida alcóolica e room service) e eu chamo esses hotéis de verdadeiros spas de engorda (kkkkk), você faz muito pouco e come muito e bem. Como estava com a lotação máxima não só por conta do casamento mas de outros hóspedes, o serviço estava lento e bem enrolado. Faltava serviço de bar na piscina (tinham apenas dois garçons correndo para atender a demanda de muitas pessoas ávidas por caipirinhas e águas de coco) mas isso não desabona os pontos positivos.

A estrutura é bastante antiga, o hotel tem 30 anos, mas bem conservada. Você percebe mais a idade nos apartamentos que eles chamam de Standard, principalmente no Bloco 1, que é o mais antigo de todos. Mas sem problemas, você fica muito pouco tempo no quarto e eles estão passando por algumas reformas.

Se você considerar que a limpeza tanto do seu quarto como do hotel de modo geral são impecáveis, você vai relevar o fato do quarto ser mais antigo. Pode acreditar.

Natal e Ano Novo eles trabalham com pacotes especiais, devem ser aqueles de uma semana fechada, não sabemos como funcionam, mas deve ser bacana passar o final de ano lá porque como todo hotel desse porte eles devem fazer A festa.

Última informação muito relevante: valores proporcionais a toda esta estrutura e este serviço que descrevemos.

Se nos perguntarem se vale a pena e se indicamos. A resposta é SIM !!! Vale a pena dar uma desligada da rotina em um lugar que você é bem atendido.

Aproveitamos para agradecer à Assessoria de Imprensa do Hotel (André) e a Núbia do Marketing pela ajuda. Esperamos poder voltar em breve 🙂

(Vou de Econômica pagou integralmente por suas diárias, passagens e todos os gastos extras efetuados durante a sua estadia no Portobello Resort & Safari)

Deixe uma resposta