Cambodia – Os imperdíveis de Phnom Penh

Oláaaa !!!

Continuamos por aqui, ainda no Cambodia, dessa vez contando dos passeios turísticos bacanas que fizemos em Phnom Penh.

Já dissemos que passamos dois dias e meio na cidade e foi suficiente, sobrando tempo inclusive para curtir a piscina deliciosa do Raffles. Mas não fomos visitar nada relacionado a genocídio, guerra, minas e afins.

As atrações mais indicadas por todos os sites de viagem são essas que não fomos rs (Toul Sleng Genocide Museum e Choeung Ek Memorial, que é o Campo de Extermínio). Mas uma vez em um campo de concentração (fomos em Dachau, Alemanha) você não tem mais vontade de ver sofrimento. Para nós, uma vez foi suficiente.

Saiba porém que existe na cidade um Campo de Extermínio e um Museu do Genocídio e que eles são as atrações número um pelo tripadvisor.

Olha só o que fizemos por lá:

1. Royal Palace e Silver Pagoda

O Palácio Real de Phnom Penh lembra muito o de Bangkok, é muito bonito, enorme mas ao contrário do tailandês, é bem menos turístico e está passando agora (2015/2016) por uma restauração.

Para entrar você paga 25.000 riels (fevereiro/2016) e tem que estar devidamente vestido. Ombros e joelhos cobertos.

Por aqui não vale colocar um lenço sobre os ombros. Se você estiver assim, te farão comprar uma camiseta branca e colocar por cima. Eles mesmos vendem essa camiseta, por USD 3,00.

Para chegar ao Palácio do nosso hotel, usamos tuk-tuk ao custo de USD 4,00 (fevereiro/2016) para três pessoas. Bem baratinho já que a distância é considerável.

A Pagoda de Prata é a atração mais visitada dentro do Palácio Real.

2. National Museum

O Museu fica colado ao Royal Palace, saímos de um e com uma caminhada curta chegamos ao outro. Lembre- se de levar boné e passar protetor porque essa caminhada é debaixo de um sol escaldante.

Para ingressar no Museu não há nenhuma restrição quanto à vestimenta. Paga- se USD 5,00 (fevereiro/2016) e você adentra na história do Cambodia, incluindo aí muitas e muitas peças de Angkor.

Não pode tirar fotos 🙁

3. Central Market

Do Museu, seguimos para o Central Market de tuk-tuk, muito bem negociado porque estávamos em uma área muito turística e tudo estava mais inflacionado.

Central Market é um grande edifício que só vende muamba. Juro !!! Andamos ele inteiro e não encontramos absolutamente nada que valesse a pena.

4. Crocodile Cruise

Um dos passeios bacanas de se fazer na cidade é o cruzeiro pelo Mekong para ver o pôr do sol. Mas, como estávamos bem azarados nessa viagem, fomos fazer o passeio e não teve pôr do sol nenhum porque o dia nublou do nada.

Mesmo com o tempo feio, o passeio é gostoso para apreciar o skyline de Phnom Penh e ver a cidade de um outro ângulo.

Fizemos com a Crocodile Cruise por indicação do hotel e não nos arrependemos. Era o barco mais bonito, com direito a bebida e snacks inclusos ao custo de USD 15,00 por pessoa (fevereiro/2016). E o melhor de tudo, para no máximo 18 pessoas. Nada de muvuca !!!

5. Independence Monument

Você vai passar por ele em vários momentos durante a sua estadia na cidade. Vale parar para tirar uma foto e ficar uns minutos na praça linda aonde ele fica.

6. Wat Phnom

Este templo fica no alto de uma colina e vale a pena subir principalmente para ver a cidade lá de cima. Não é uma super colina mas ele está mais alto e garante uma vista bonita.

Para entrar você deve pagar USD 1,00 (fevereiro/2016) e deve estar devidamente vestido apesar de não ter ninguém controlando a roupa. Por respeito, pede- se ombros e joelhos cobertos.

7. AEON Mall

Depois de tantos pontos turísticos e com muito tempo de sobra, fomos visitar esse Shopping Center para ver como era a moda na Ásia, as lojas …

Quase 100% das lojas são orientais, só a MANGO de marca de fora. E tudo é minúsculo !!! Tamanho 40 aqui no Brasil deve ser 50 lá no Cambodia rs.

Tem bastante opções de restaurantes e cafés.

Esses foram os nossos hotspots na cidade. Próximo post damos sugestões de onde comer e partimos na sequência para a Tailândia.

 

Deixe uma resposta