Planeje sozinho a sua viagem – Parte 1

Olá !!!!

Antes de sair por aí escrevendo a torto e a direito sobre os lugares que o “Vou de econômica” já visitou, acho importante nos conhecermos um pouco mais e vocês entenderem como viajamos e como nos organizamos nas nossas viagens.

Esqueçam excursões, pacotes em grupo, agências de viagem, tours coletivos e qualquer coisa do gênero.

Aqui organizamos nossas viagens sozinhos desde o começo. Compramos as nossas passagens, reservamos os nossos hotéis, os nossos transfers e passeios.

Gente, é super fácil !!!

Dá trabalho ? Para ser sincera, dá um pouco de trabalho sim !!! Mas para quem curte viajar, toda a fase de preparativos também faz parte da viagem. Uma dose de disposição e, voilá, em pouco tempo você tem roteiro, passagens, hotéis e tudo o mais que você precisa prontinho. E, vamos combinar, é uma delícia ver as coisas tomando forma, a viagem se encaminhando.

Como não sabemos ainda o perfil do público do blog, acho importante começarmos a falar, antes de qualquer coisa, de documentação para viajar. Em uma segunda parte, falamos sobre a compra de passagem e reserva de hotéis e depois sobre as demais pendências de uma bem sucedida viagem, certo ?

DOCUMENTAÇÃO

Para viagens aéreas nacionais:

1. Pessoas maiores de 18 anos completos: RG, CNH (modelo com foto), Carteira Funcional (OAB, CREA, …), Carteira de Trabalho, Passaporte nacional.

2. Crianças entre 12 e 18 anos incompletos: certidão de nascimento, RG, Passaporte nacional.

3. Crianças até 12 anos incompletos: documento que comprove a filiação ou parentesco com o responsável E certidão de nascimento ou RG ou Passaporte Nacional.

De acordo com o site da ANAC, em vôos dentro do território nacional, os documentos acima são aceitos independente de data de validade, podendo ser originais ou cópias autenticadas.

Há também autorização para utilizar B.O., em caso de furto ou roubo de documento, desde que ele não tenha mais de 60 dias da data da viagem.

Como não temos filhos, não sabemos na prática como funciona o embarque de crianças, em vôos domésticos, quando estão apenas com um dos pais, se é necessário autorização judicial ou não. Mamães e papais que puderem nos ajudar, agradecemos e atualizamos aqui depois. Enquanto isso, a sugestão é consultar diretamente a companhia aérea e seguir a recomendação deles.

Para viagens aéreas internacionais:

1. Pessoas maiores de 18 anos completos: Passaporte válido ou RG em bom estado de conservação e com no máximo 2 anos de expedição quando a viagem for para países do MERCOSUL (Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Colômbia, Bolívia, Peru, Equador, Suriname e Guiana).

2. Crianças até 18 anos incompletos: Passaporte válido e documento que comprove a filiação ou parentesco com o responsável(certidão de nascimento ou RG, originais ou cópia autenticada).

Fazemos a mesma observação acerca do embarque de menores  somente com um dos responsáveis para os vôos internacionais. Em caso de dúvida, a melhor opção sempre é consultar a companhia aérea.

UPDATE: uma dúvida recorrente é sobre a validade do passaporte, se ele precisa ter 6 meses de validade para ir para o exterior. A respota é DEPENDE. Alguns países, principalmente aqueles em que se tira o Visa on arrival (Tailândia, Cambodia, Indonésia, entre outros), exigem um passaporte com uma validade mínima de 6 meses. Porém, países como Estados Unidos, Canadá, dentre outros, a exigência é ter um passaporte válido durante a sua estada bem como o respectivo visto válido, não há nenhuma exigência de ter um passaporte com validade de seis meses durante a viagem. 

Fique atento, porém, que na Europa as regras mudam, para a Irlanda a exigência é que o passaporte tenha 1 ano de validade, Inglaterra, 6 meses e para os países signatários do Tratado de Schengen, no mínimo 3 meses a contar da data da saída, ou seja, se for passar 15 dias, seu passaporte tem que ter validade mínima de 3 meses mais 15 dias no dia da volta.

Para não ter erro, mantenha seu passaporte sempre com uma validade superior a 6 meses.

(Fonte: ANAC - www.anac.gov.br)

 

Deixe uma resposta