Tirando passaporte de menor

Oláa !!!

 

O post de hoje tem uma dica boa.  Daquelas que depois de ficarmos um tempão quebrando a cabeça na véspera para resolver,  a solução apareceu em menos de 5 minutos graças à boa vontade do pessoal que presta serviço para a  Polícia Federal.

Quem acompanha o site há um tempo sabe que nesse ínterim nasceu um pequeno viajante porque sim, “filho de viajante,  viajante zinho é” rs. Não podia ser diferente, né ?

Para começarmos a apresentar o mundo para o nosso pequeno o primeiro passo é providenciar a documentação dele.

A validade do passaporte de menores dura os anos da idade dele (exemplo: 1 ano ou menos, dura 1 ano; dois anos dura dois anos) só que custa exatamente o mesmo preço do passaporte de “adulto” (nos valores de 2017, R$ 257,25). Então deixamos para tirar no limite que desse tempo de ficar pronto para providenciar visto e também desse para usar em mais de uma viagem. Lembrando que tem que ser no limite mas com uma certa folga porque imprevistos acontecem como greve da Polícia Federal, falta de papel moeda para confecção de passaporte ….

Fizemos o cadastro no site da Polícia Federal e agendamos a entrega de documentos para muito tempo depois. Isto nos permitiu escolher o lugar aonde era mais conveniente para nós assim como o dia e horário já que quando se trata de passaporte de menor ele precisa estar presente assim como os genitores. No caso de impedimento de um dos pais, há necessidade de procuração com firma reconhecida em cartório.

Mesmo com essa folga toda de tempo acabamos deixando um dos itens que é pedido para levar de lado e na véspera ficamos na correria para tentar resolver e mesmo assim não conseguimos rs.

Calma que eu explico: primeiro passo para solicitar o passaporte é fazer o cadastro no site da Polícia Federal. Depois de preenchido, será gerada uma DARF. Você precisa pagar essa DARF para que seja possível fazer o agendamento do dia em que serão levados os documentos.

No dia de levar os documentos, para MENORES DE 3 ANOS DE IDADE, é necessário levar uma foto 5×7, recente, sem data e com fundo branco. Foi neste item que empacamos rs.

Tiramos a foto em casa (já já te conto como) e fomos caçar lugares para revelar. Gente, pára tudo, queriam me cobrar R$ 50,00, isso mesmo, R$ 50,00 por duas fotos 5×7. Só a revelação!!! Achei um absurdo ou estou completamente fora da realidade já que hoje em dia quase não tiramos mais este tipo de foto. Resultado: não mandei revelar e na véspera do nosso agendamento estava igual louca caçando um lugar em que eu pudesse levar meu bebê para tirar foto 5×7 e para meu desepero eu não encontrei nenhum lugar nem perto nem mais ou menos perto da minha casa.

Resolvemos ir sem a tal da foto mesmo e aí que veio a parte muito gentil do pessoal  que presta serviço para a Polícia Federal lá do Shopping Ibirapuera.

Primeira coisa que a atendente nos perguntou foi da foto. Falamos que estava sem, que tentamos tirar mas não conseguimos e se era possível tirar lá na hora. Ela disse que sim mas que se não desse certo teríamos que tirar em um outro lugar no Shopping. Naquele mesmo lugar que eu não quis revelar porque queriam cobrar a bagatela de R$ 50,00.

Um pouco de boa vontade do outro atendente que tira foto. Muita boa vontade do meu filho que cooperou e olhou para a câmera, não deu escândalo e já fica sentado sozinho (7 meses).

Não recomendo tentar a sorte porque pode ser que você pegue um atendente mais burocrático mas caso realmente não consiga não se desespere porque com um pouco de jeito você consegue pedir para tirar lá e dá certo.

Se o seu filho for menorzinho, não parar quieto, leve a foto também para não correr o risco de ter que pagar o que pedirem na hora.

É possível tirar a foto do pequeno em casa e tentar revelar no tamanho 5×7. Para tirar essa foto basta você usar um lençol branco de fundo ou uma fralda, deite o bebê na cama e fique em pé por cima dele. Sucesso garantido e você ainda pode escolher a que ficar mais bonita. Juro que tiramos a nossa assim.

Com o novo modelo de passaporte brasileiro, a filiação vem impressa no documento e além disso você pode optar desde a confecção por autorizar ou não o seu filho a viajar sem os pais, com um dos pais ou somente com os dois pais. Esta informação acaba por eliminar a autorização de viagem que é exigida quando o menor viaja desacompanhado ou com apenas um dos genitores.

 

Para retirar o passaporte é preciso levar o menor novamente e aí pode ir apenas um dos pais munido de documento de identificação. Por isso escolha um lugar que seja conveniente não só para você mas para o menor também porque ir parar do outro lado da cidade com o trânsito que tem hoje aqui em São Paulo já gera stress desnecessário.

Dicas anotadas, aguenta aí que já já vem nosso primeiro post contando como organizar uma viagem de sucesso com os pequenos.

 

Até ….